Como vender imóvel rapidamente sem perder dinheiro

Como vender imóvel rapidamente sem perder dinheiro

Como vender imóvel rapidamente sem perder dinheiro

Está cansado de fazer oração para vender imóvel urgente? Calma, com a recente melhora do mercado imobiliário, a expectativa é que você consiga resultados logo. E melhor ainda: sem perder dinheiro. No segundo trimestre de 2019, houve aumento de 16% nesse tipo de transação. Portanto, anime-se. Seguindo as dicas que separamos para te orientar, em pouco tempo, você conseguirá vender imóvel.

Como vender um imóvel? 

Para vender um imóvel, você precisa seguir alguns passos básicos. Entenda quais são:

Prepare a documentação para vender imóvel

Antes de pensar em vender imóvel, você precisa conferir se a documentação está em dia. Em caso de inadimplência, a negociação não será concluída. Você precisará ter em mãos: comprovantes de impostos e taxas, certidão atualizada do imóvel, negativas de débitos de IPTU e condomínio. Além disso, também será preciso apresentar as certidões negativas do vendedor. São elas: Certidão da Justiça do Trabalho; Certidão dos Cartórios de Protesto; Certidão dos Distribuidores Cíveis; Certidão de Executivos Fiscais – Municipal e Estadual; Certidão da Justiça Federal;Certidão da Justiça Criminal. 

Avalie o preço do imóvel 

Agora que você já conferiu toda a documentação para a venda, está na hora de pensar em quanto vale o seu imóvel.  Para isso, leve em conta: localização, quantidade de cômodos, metragem, elevador, se há vaga na garagem, se tem piscina e/ou área de lazer, se está reformado. Mas cuidado para não colocar um valor muito acima do mercado, porque não vai ajudar a vender. E muito menos abra mão do seu bem por um preço muito inferior, já que isso te fará perder dinheiro. Tenha em mente o valor real. Se preciso, compare com outros imóveis semelhantes ao seu que já foram vendidos.

Encontre formas fáceis de vender seu imóvel

Existem formas fáceis e práticas para vender imóveis. Você pode contar com a ajuda de sites, aplicativos ou com a orientação de corretores imobiliários. Uma coisa é fato: quanto mais gente trabalhando pela venda, mais fácil será.

Só fique atento para escolher sites e aplicativos de confiança. Ou, se optar pela ajuda profissional, confira se está inscrito no Conselho Regional de Corretores de Imóveis da respectiva região.

Monte o anúncio com clareza se quiser vender seu imóvel 

Em um anúncio, a parte principal é a escolha das fotos. Você precisa tirar fotos do imóvel em uma boa qualidade. Capriche nos ângulos e não deixe de capturar os melhores espaços. Para isso, deixe as janelas abertas, de maneira que explore a melhor luz do ambiente e capriche na organização. Evite fotografar móveis e objetos, deixe os cômodos neutros, de maneira que agrade a todos.

A descrição também é um ponto crucial. É importante descrever cada detalhe, como quantidade de cômodo, se há ar condicionado, como é o piso e outros pontos fortes (como belíssima paisagem). Porém, não vale mentir ou aumentar as características. Se alguém se interessar pelo que viu, optar por visitar e se decepcionar, você só estará perdendo tempo.

Exemplo de descrição de anúncio: 

Apartamento na quadra da praia, com sacada gourmet (com churrasqueira), piscina, academia e área de lazer completa. Sala dois ambientes, quatro quartos, duas suítes, quatro banheiros, closet, banheira de hidromassagem, cozinha planejada e cinco ar condicionados split. A iluminação natural é um dos pontos fortes.  São 200 m² de puro conforto. Garagem com espaço para três carros. O imóvel tem elementos modernos e exclusivos e fica próximo de restaurantes, supermercados, escolas, farmácias e hospitais. Agende agora sua visita e se apaixone.

Na hora da visitação, tenha muita atenção

Quando alguém se interessar pelo seu imóvel, você precisa deixa-lo o mais impecável possível. Sendo assim, faça uma boa faxina e organize-o bem. Nada de toalha no banheiro, pia suja ou ambiente abafado. Esse é um fator muito importante para o sucesso da venda. Coloque-se no lugar da pessoa, imagina entrar em um lugar sujo e bagunçado? Acaba com o clima, né? Agora, quando você deixa o ambiente aconchegante, é possível se imaginar morando lá. Portanto, deixe tudo bem arrumado e cheiroso.

Outro ponto é que você deve estar pronto para esclarecer todas as possíveis dúvidas. Trate o possível comprador com respeito e simpatia, transmita segurança e assim ficará mais fácil de fechar negócio.

Prepare-se para negociar

Você, provavelmente, receberá propostas menores do que seu imóvel vale. Sendo assim, esteja preparado para negociar. Não estamos te dizendo que você não deve reduzir o preço em hipótese alguma. Mas que deve ficar de olho no quanto vai reduzir. A dica é: sempre que for montar o anúncio, coloque o valor que quer receber e deixe uma “gordura” para possíveis reduções.

 

 

Como vender um imóvel financiado?

É possível vender um imóvel financiado. Porém, é preciso encontrar um comprador antes de acionar o banco. Isso, porque existem duas formas para que ocorra.

No caso de compra à vista, o proprietário deverá ir ao banco para que seja calculado o saldo devedor (com juros e taxa). Será emitido um boleto e assim que pago, será emitido um termo de quitação, para que possa tramitar a baixa no gravame de Alienação Fiduciária junto ao Registro de Imóveis. Depois disso, é só registrar uma nova escritura pública de compra e venda, o que transfere o bem ao comprador.

Caso a aquisição do imóvel financiado seja feita através de outro financiamento, o proprietário e o comprador devem comunicar o banco da transação. O banco irá inserir uma cláusula que concederá a quitação do imóvel ao proprietário. A assinatura deve ser feita e registrada no Cartório de Registro de Imóveis. Assim que tudo tiver sido feito, a baixa do gravame pode ser dada e então, o novo financiamento será registrado.

 

ALERTA VERMELHO: não minta sobre falhas no imóvel

Jamais, em hipótese alguma, minta para um possível comprador. Portanto, se tiver uma infiltração ou falha estrutural, comunique de bate pronto. Caso a transação seja efetuada e o problema seja descoberto, você poderá sofrer um processo. De acordo com o Código Civil, todos os negócios devem ser regidos pela boa-fé e honestidade.

 

Qual é o motivo da venda de imóvel? 

Qual é o motivo de você querer vender um imóvel? Se sua intenção for comprar outro, que tal realizar a permuta imobiliária. Nessa modalidade, duas partes interessadas, literalmente, trocam de imóvel uma com a outra. Não é feito o processo de compra e venda comum e, por isso, menos impostos são pagos. Inclusive, há a possibilidade da isenção do imposto de renda. Se você se interessou e quer saber mais sobre como funciona, não deixe de ler o Guia Completo de Permuta de Imóveis.

Para que a permuta aconteça com mais facilidade, foi criado um aplicativo que reúne interessados em resolver tudo em uma só transação.  É de uso exclusivo para quem deseja permutar  imóvel. Funciona tanto para quem quer fazer um upgrade, quanto para quem quer um apartamento ou casa menor.

Não há mensalidade e o cadastro é gratuito. Só é cobrada uma taxa, caso a permuta seja realizada. O valor é de 3% d, metade do valor exigido pelo CRECI exige e que é cobrado por imobiliárias.

Exemplo de comissão:

• Cliente A tem um imóvel de R$ 500.000 –> Deverá pagar R$ 15.000 em comissão.

• Cliente B tem um imóvel de R$ 1.000.00 –> Deverá pagar R$ 30.000 em comissão.

Baixe agora na Play Store  e na Apple Store. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *